TESTE

domingo, 13 de março de 2011

ProUni

O ProUni (Programa Universidade para Todos) passou a funcionar em 2004 como uma forma de suprir a demanda reprimida de estudantes egressos do ensino médio que buscam uma vaga em instituição de ensino superior pública e não encontram. Por ser reduzido o número de vagas nesses estabelecimentos educacionais, o MEC (Ministério da Educação) adotou o sistema de concessão de bolsas integrais e parciais em instituições privadas à pessoas consideradas de baixa renda.
Para concorrer à uma bolsa é necessário se enquadrar nos seguintes critérios: não possuir diploma de ensino superior, ter realizado o último ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) e obtido no mínimo 400 pontos na média (o cálculo da média está explicado em um post anterior sobre o ENEM "clique para visualizar"). Deve também, ter cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou em instituição privada na qualidade de bolsista integral. Pode participar também quem estudou parte do ensino médio em escola pública e parte em particular como bolsista integral.
Caso seja portador de deficiência, não precisará cumprir todos os requisitos de escolaridade citados acima. Tendo que comprovar somente a conclusão do ensino médio em qualquer instituição reconhecida pelo MEC.
Ter rendimentos de no máximo 1 salário mínimo e meio mensal por pessoa em seu grupo familiar, para concorrer à uma bolsa integral e até 3 salários mínimos mensais por pessoa do seu grupo familiar para concorrer à uma bolsa parcial de 50 por cento.

O cálculo da renda familiar:

Soma-se os rendimentos (brutos) mensais de todos que compõem seu grupo familiar e divide-se pelo mesmo número de pessoas. Se o resultado for até 1 salário mínimo e meio por mês por pessoa, você pode concorrer à uma bolsa integral. Se o resultado for até 3 salários mínimos por mês por pessoa, pode concorrer à uma bolsa parcial de 50 por cento.
Professor da educação básica na rede pública em efetivo exercício do magistério que integre o quadro de pessoal permanente na instituição pública que trabalha, poderá concorrer à uma bolsa nos cursos de licenciatura normal superior e pedagogia sem que seja observado o critério da renda familiar.
Se o candidato for aprovado para uma bolsa parcial de 50 por cento, poderá financiar a outra metade das mensalidades através do FIES (Financiamento Estudantil).

Dúvidas? Deixe sua pergunta nos comentários abaixo.

5 comentários:

Ano de Vestibular pra mim!!!
Tensão ao nível mais elevado!!!
Vamos com tudo, quem tem META consegue!!!

O ProUni é excelente, e ainda é melhor que as cotas, sabe por quê? Porque há possibilidade de estudar no horário noturno e muitas universidades públicas possuem cursos no horário matutino ou integral impossibilitando o ingresso de quem gostaria de estudar e precisa trabalhar.

Divulgo meu site de apoio ao vestibular: http://baguncasliterarias.blogspot.com/

Olá Jess, tudo bem? Conte com este espaço para tirar dúvidas e ficar informada sobre os processos seletivos do país. Espero que o blog possa lhe ser útil!

vc teria o ponto de corte ProUni 2011/1 ?

Postar um comentário

twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon favorites More